Criar sites sozinho pode não ser uma boa ideia | Tenq!

Criar sites sozinho pode não ser uma boa ideia

Criar sites

Houve um tempo em que se “entrava” na internet algumas vezes ao dia para ler algumas piadas, baixar “joguinhos” ou até mesmo ler algumas notícias. Atualmente, ficar desconectado é quase impossível. Aqui (online) as coisas acontecem e seus produtos ou serviços são encontrados. A questão é: como eles estão sendo encontrados (ou não)? Criar sites sem planejamento e objetivo resolvem?

O fato é que mais de 90% dos brasileiros, com idade entre 18 e 34 anos pesquisa na internet sobre produtos e serviços antes de realizar alguma compra. Eles pesquisam sobre mecânicos, lavanderias, bares, restaurantes, eletricista, celulares, computadores, roupas e acessórios, etc. Também é comum viajantes pesquisarem primeiro sobre o local que desejam visitar. Eles pesquisam sobre as vias de acesso, hospedagem e restaurantes e ainda opiniões de outras pessoas sobre o local.

No entanto, vemos ainda que muitos sites não estão passando a confiança necessária. Eles ainda não estão informando sobre a empresa, seus produtos e serviços da maneira adequada. Talvez isso se deva ao fato que as empresas (independente do porte) queiram criar sites, mas ainda não tenham dado a devida importância de estar presente online e da melhor forma possível.

Boa parte dessas empresas estão buscando as plataformas gratuitas para criar sites, mas elas oferecem modelos de sites genéricos pra todo tipo de negócio. Acredite, isso pode não ser uma boa ideia. Os buscadores estão cada dia mais alinhados com os conteúdos do site, sua estrutura e a forma de organizar as informações. Além disso a hospedagem, o registro de domínio e o suporte podem sair mais caro a curto e médio prazos.

Estar presente ou ser presente?

Um site gratuito pode resolver o problema de “estar presente na internet”, mas se torna um passivo, ou seja, consumiu o tempo para produzi-lo mas não gerou resultados. Estar presente na internet demanda mais do que apenas “ter um site”, mas sim, ter uma estratégia online em que o site seja uma das peças fundamentais para que ela seja eficaz.

Vale lembrar que o site não é feito para a empresa, mas para seu público-alvo, e por isso precisa ser bem construído e administrado como um ativo da empresa, uma ferramenta capaz de gerar vendas e não apenas um endereço para colocar no cartão de visitas.

O seu site atrai possíveis clientes ou nem é encontrado no Google? Entre em contato e solicite uma análise gratuita.

Bons Negócios!